Importância da Avaliação Fisioterápica
novembro 30, 2017
DMIT – Dor Muscular de Início Tardio
abril 21, 2019

A avaliação fisioterápica é o primeiro contato do profissional com o paciente, é a chave principal na condução de um tratamento, é um processo complexo e especifico, no qual se coletam informações necessárias para se identificar as alterações que podem levar as disfunções.


Um diagnóstico correto depende de um conhecimento da anatomia funcional, de uma anamnese acurada, da observação diligente e de um exame minucioso.

O processo do diagnóstico diferencial envolve a interpretação de sinais e sintomas clínicos, exame físico, conhecimento da patologia e mecanismo de lesão, testes provocativos e palpação (movimento) e técnicas laboratoriais e exames por imagem.


A finalidade da avaliação deve ser compreender total e claramente os problemas do paciente, a partir de seu ponto de vista e da base física dos sintomas que o levaram a procura de ajuda. A identificação correta dos tecidos afetados, mecanismos de lesão, impactos sociais, restrições de funções e modificações do padrão correto de movimento é essencial para traçar uma conduta adequada de tratamento e como consequência, ter êxito no tratamento.


Por esse motivo não existe a possibilidade de realizar um tratamento fisioterápico sem avaliação prévia.


O sucesso do tratamento depende de uma boa avaliação.